fbpx

COMO RESOLVER CONFLITOS FAMILIARES

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Os conflitos familiares acontecem com frequência e muitas vezes não sabemos como solucioná-los.⁣

Um conflito sempre tem 2 pontos de vista. Muitas vezes é muito óbvio que o outro está totalmente errado. Porém, você não tem o poder de mudá-lo, não é mesmo? ⁣

Talvez você já tenha até conversado com essa pessoa (ou tentado conversar) e isso não surtiu efeito. ⁣

Mas pode ser que essa pessoa em questão também tenha algum ponto de insatisfação ao seu respeito. E pode ser também que ela tenha razão em um ponto ou outro, o que não invalida suas razões a respeito da outra parte. Pode ser que ambos estejam errados e certos ao mesmo tempo. ⁣

Se você quer harmonia, você precisa se abrir para essa possibilidade, pois do contrário, você corre o risco de estar sendo tirano e ocupando uma posição de superioridade, que também não são posturas que se afinam com a harmonia nas relações.⁣

Então, o primeiro passo para resolver isso é ter claro em sua mente que VOCÊ REALMENTE QUER RESOLVER ESSE CONFLITO.⁣

Eu sei que essa pode parecer uma pergunta óbvia. Se você não quisesse, você não estaria lendo esse post. ⁣

Porém, muitas vezes nosso ego nos engana e tem outras motivações semi-ocultas. ⁣

Para descobrir essas motivações ocultas, você também precisará de coragem para encarar os seus erros e descobrir que você também é parte ativa nesse conflito. ⁣

O orgulho nos impede muito de nos abrir para essa possibilidade, mas daí eu te convido a voltar para a sua resposta de que “quer realmente resolver o conflito”. ⁣

Para isso, precisará passar por cima do seu orgulho. Ele não quer que você se harmonize, ele quer que você esteja certo.⁣

Essa é uma das possibilidades de motivação oculta: estar certo (ou provar que não está errado). Outro motivo muito comum é a vingança.⁣

É aqui que chega a hora de você decidir: continuar tendo prazer em manter essa “guerra” ou levantar a bandeira branca.⁣

Se você já possui maturidade suficiente para a paz, então faça uma forcinha e levante a bandeira branca.⁣

Inicie uma conversa admitindo suas falhas e se comprometendo a mudar. Essa atitude abre muitas portas e caminhos para a conciliação. ⁣

Assim, o outro não se sente tão ameaçado e responsável por tudo, pois pode ser que isso não seja justo em seu ponto de vista.⁣

Se você ainda não está disposto a iniciar a paz, então eu te convido a honrar sua verdade e dizer para si mesmo: eu quero continuar com esse conflito. Assim, você torna consciente suas motivações ocultas e também está dando um passo para a sua evolução. ⁣

O que não é saudável é mentir para si mesmo: dizendo que quer a paz, mas não se movendo realmente para isso. ⁣

Tome cuidado com a posição de espera de mudança do outro. A principal mudança começa em nós.⁣

danielle.carneiro@gmail.com

Fechar Menu