fbpx

Terapia não é bate-papo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Existe um amplo preconceito sobre a terapia. ⁣

Normalmente pessoas que nunca fizeram terapia tem uma visão bem diferente de como é de verdade.⁣

É claro que há várias linhas de atendimento, então vou falar da que eu pratico. ⁣

A parte de conversar é importante tanto para que o terapeuta compreenda seu problema e possa te guiar para o caminho da cura, quanto também para que você elabore e compreenda o que está sentindo e os porquês. ⁣

Além disso, você também manifesta o seu desejo de cura e se abre para a transformação. Tudo isso impacta no seu campo energético. ⁣

A indagação do terapeuta vai ajudar na investigação. Eu busco encontrar a raiz do problema. ⁣

Aqui acontece algo que eu não sei explicar. É um fenômeno que me faz ter acesso a informações desse campo que se apresenta pra mim. Como um passe de mágica, a informação vem e eu não tenho dúvidas.⁣

Então eu vou confirmando com o cliente essas informações e, se ele estiver preparado pra isso, damos um passo mais profundo: a liberação.⁣

Essa é a parte mais mágica da sessão e são utilizadas técnicas de acesso ao inconsciente e de liberação das cargas represadas.⁣

Algumas das técnicas que uso são: regressão, hipnose, liberação psicossomática.⁣

Essa etapa é onde guio o cliente para acessar essa energia que está presa e que está gerando sofrimento, que também chamo de dor emocional.⁣

Ao conduzi-lo a sentir a dor de forma consciente, que é uma etapa necessária para a cura, a consciência naturalmente se expande. Novas percepções surgem, conclusões errôneas são elucidadas, emoções são liberadas e também podem ocorrer sensações físicas, como formigamento, inchaço, pressão, etc. ⁣

Pra mim esse é o ápice da sessão. Liberou, curou.⁣

Depois disso, é deixar a poeira baixar, as energias se reorganizarem dentro de si e novos padrões vão surgindo. ⁣

Sou suspeita, mas esse movimento é a coisa mais linda de se vivenciar!

danielle.carneiro@gmail.com

Fechar Menu